ES: Governo envia projeto da PM para Assembléia Legislativa

24 Comentarios

Projeto aborda exigências de acesso a Polícia Militar. Q.O. até agora nada

Parece brincadeira, mas não é. O governo do estado do Espírito Santo envia projeto de Lei sobre as exigências para o acesso aos quadros da Polícia Militar. A tropa, sr. Governador, está aguardando o PROJETO DO AUMENTO DO Q.O.   ATÉ QUANDO O SR. VAI CONTINUAR COM ESSE CHOVE E NÃO MOLHA?  ATÉ QUANDO VAI BRINCAR COM OS POLICIAIS MILITARES?




É o que foi mandado para ALES, o incrível projeto sobre o acesso ao PM.

Vejam matéria publicada pelo jornalista Elimar Côrtes:



O governador Renato Casagrande (PSB) enviou projeto de lei à  Assembleia Legislativa em que altera dispositivos das Leis Complementares nº 3.196, de 09 de janeiro de 1978 e 467, de 04 de dezembro de 2008, que abordam as exigências de acessos aos quadros da Polícia Militar. Uma das novidades é que, a partir de agora – caso a lei seja aprovada –, o candidato a oficial ou a soldado terá que se submeter a exames de antidoping e toxicológico.

O parágrafo quinto do artigo 9° do novo projeto de lei informa que “O exame antidoping/toxicológico, previsto na alínea ‘h’, deste artigo, de caráter confidencial, será do tipo ‘janela de larga detecção’, comprovado pela Diretoria de Saúde e realizado a qualquer tempo durante o processo seletivo”.

“Janela larga detecção” significa que os exames antidoping e toxicológico a serem feitos nos candidatos ao Curso de Formação de Soldados ou ao Curso de Formação de Oficiais da PMES vão detectar o uso de qualquer tipo de drogas ilícitas, como maconha, cocaína, crack e outras.

O exame antidoping é feito por meio da urina do candidato e detecta se a pessoa usou drogas nas últimas horas antes de se submeter ao teste. Já o toxicológico, realizado por intermédio do sangue, revela se a pessoa fez uso de drogas ilícitas nos últimos anos. Se o resultado de um ou outro for positivo, o candidato estará eliminado.

Abaixo, o projeto de lei enviado pelo governo à Assembleia Legislativa.

PROJETO QUE ESTÁ NA ALES, PARA O DEVIDO CONHECIMENTO.

Vitória, 20 de abril de 2012

Mensagem nº. 85/2012

Senhor Presidente:

Encaminho à apreciação dessa Casa de Leis o incluso Projeto de Lei Complementar que tem por escopo alterar a Lei 3.196/1978 e a Lei Complementar nº 467/2008, com a finalidade primordial de revisar a legislação em vigor no que tange aos requisitos que devem ser preenchidos pelos candidatos ao ingresso nos quadros da Polícia Militar e de Bombeiros Militar.

De plano, cumpre registrar que esta proposição visa adequar a legislação em vigor às demandas atuais da Corporação, fazendo constar em lei todos os requisitos a serem exigidos nos editais de seus próximos concursos públicos, na forma determinada pelo artigo 37, caput e inciso I da Constituição da República, que prevê a obrigatoriedade da observância do princípio da legalidade pela Administração Pública, devendo os requisitos para o exercício de cargos, empregos e funções públicas serem estabelecidos em lei
A proposta, de outro lado, visa adequar a legislação em vigor ao entendimento jurisprudencial nessa matéria, de sorte a ser exigido dos candidatos tão somente os requisitos necessários ao desempenho adequado dos cargos militares e às necessidades da Corporação, evitando-se, outrossim, que concursos sejam paralisados em virtude de medidas judiciais, muito, em razão da desatualização da legislação ou da inconstitucionalidade de suas previsões.

Pelo exposto, considerando os reflexos positivos que esta proposta tende a trazer ao Estado, encaminho o Projeto de Lei Complementar para análise dessa Casa de Leis, opinando por sua aprovação em vista do relevante interesse público nela consagrado.

Atenciosamente

JOSÉ RENATO CASAGRANDE
Governador do Estado


PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 011/2012

Altera dispositivos das Leis Complementares nº 3.196, de 09 de janeiro de 1978 e 467, de 04 de dezembro de 2008 e dá outras providências.

Art. 1º Os artigos 9º e 10 da Lei Complementar nº 3.196, de 09/01/78 passam a vigorar com a seguinte redação:

“Art. 9º O ingresso na Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar dar-se-á por meio de concurso público de provas ou de provas e títulos, no posto ou graduação inicial dos quadros de oficiais ou de praças da respectiva corporação, mediante incorporação, matrícula ou nomeação, observados, além de outras regras previstas na legislação vigente, os seguintes requisitos:

a) ser brasileiro nato ou naturalizado;

b) estar quite com as obrigações eleitorais e militares;

c) ter altura mínima, descalço(a) e descoberto(a), de 1,65 (um metro e sessenta e cinco centímetros) para homens e de 1,60m (um metro e sessenta centímetros) para mulheres;

d) ter sanidade física e mental;

e) ser aprovado em exame psicossomático;

f) ter aptidão física;

g) possuir idoneidade moral;

h) ser aprovado em exame antidoping/toxicológico;

i) possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou permissão para dirigir, no mínimo para as categorias “A” e “B”.

j) achar-se em pleno gozo de seus direitos políticos;

k) ter concluído, no mínimo, o ensino médio ou equivalente na data da matrícula no respectivo curso de formação;

l) se reservista, ter sido licenciado e excluído da última organização militar em que serviu, estando classificado, no mínimo, no comportamento “BOM”;

m) não ter sido considerado isento do Serviço Militar, seja por licenciamento ou exclusão de organização militar a bem da disciplina, seja por incapacidade física ou mental definitiva, condição estar a ser comprovada pelo certificado militar que recebeu;

n) não ter sido julgado, em inspeção de saúde, incapaz definitivamente para o serviço do Exército, da Marinha, da Aeronáutica, de Corpo de Bombeiros Militar ou Polícia Militar.

§ 1º A sanidade física e mental prevista na alínea “d”, deste artigo, será comprovada em inspeção de saúde, composta de exames médicos, odontológicos e complementares, constantes no edital do concurso, segundo normas internas da Corporação.

§ 2º O exame psicossomático previsto na alínea “e”, deste artigo, será realizado pela Diretoria de Saúde ou por instituições por ela determinadas, tendo como parâmetro o perfil profissiográfico estabelecido para o cargo, constante no edital do concurso, segundo normas internas da Corporação.

§ 3º A aptidão física prevista na alínea “f”, deste artigo, será comprovada por meio do Teste de Avaliação Física (TAF), segundo normas internas da Corporação.

§ 4º A idoneidade moral prevista na alínea “g”, deste artigo, será comprovada por exame social procedido pela Diretoria de Inteligência e pela apresentação de certidões negativas de antecedentes criminais fornecidas pelas Justiças Federal, Estadual e Militar, além de outros documentos julgados necessários pelo comando da Corporação.

§ 5º O exame antidoping/toxicológico, previsto na alínea “h”, deste artigo, de caráter confidencial, será do tipo “janela de larga detecção”, comprovado pela Diretoria de Saúde e realizado a qualquer tempo durante o processo seletivo.

§ 6º A CNH ou permissão para dirigir, prevista na alínea “i”, deste artigo, será exigida na data da matrícula no respectivo curso de formação.

§ 7º Os requisitos previstos nas alíneas “a” a “n” e no “caput”, deste artigo, terão caráter eliminatórios.

§8º Não se aplicam as disposições da alínea “c” do “caput” deste artigo aos militares estaduais integrantes da Qualificação Policial Militar de Praças Auxiliares de Saúde (QPMP-S), Qualificação Policial Militar de Praças Músicos (QPMP-M), Quadro de Oficiais de Administração de Saúde (QOAS) e Quadro de Oficiais de Administração Músicos (QOAM)” (NR)

“Art. 10. Para a participação no concurso público o candidato deverá:

I – ter, no mínimo, 18 (dezoito) anos de idade na data da matrícula no curso de formação do respectivo concurso;

II – ter, no máximo, 28 (vinte e oito) anos de idade no primeiro dia de inscrição do respectivo concurso.

§ 1º Se o candidato for militar estadual da ativa do Espírito Santo, descontado o tempo de efetivo serviço prestado à Corporação, deve atingir o limite de idade previsto no inciso II.

§ 2º Em se tratando de incorporação ou nomeação, para ingresso de candidatos com formação em curso de nível superior de real interesse para a corporação, a idade máxima será de 35 (trinta e cinco) anos no primeiro dia de inscrição do respectivo concurso.” (NR)

Art. 2º O artigo 60 da Lei Complementar nº 467, de 04 de dezembro de 2008, passa a vigorar acrescido do parágrafo único, com a seguinte redação:

“Art. 60. [...]

(...)

Parágrafo único. Para os militares estaduais integrantes da Qualificação Policial Militar de Praças Auxiliares de Saúde (QPMP-S), Qualificação Policial Militar de Praças Músicos (QPMP-M), Quadro de Oficiais de Administração de Saúde (QOAS) e Quadro de Oficiais de Administração Músicos (QOAM) não se computa os pontos referentes ao título previsto na alínea “a” do inciso I do artigo 4º desta Lei Complementar.” (NR)

Art. 3º O disposto no artigo 2º desta Lei Complementar se aplica aos processos seletivos sobrestados ou em andamento no âmbito da Polícia Militar.

Art. 4º Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 5º Ficam revogados o §2º do artigo 5º da Lei Complementar 3.196/1978, a Lei 3.520/82 e os §2º e §4º do art. 2º da Lei Complementar 467/2008.

FONTE - BLOG DO ELIMAR CORTES








www.pec300.com
O portal dos policiais e bombeiros do Brasil
Acesse sem moderação. 





* * *
* * *


24 comentários

rdpm

Trocou-se seis por meia duzia. O que se espera de um projeto de ingresso na PM é que se exija nivel superior para soldados e oficiais.Todas as categorias que conseguiram melhorar seus pisos salariais foram aquelas que passaram exigir na lei de ingresso o curso superior. Cito Oficiais de Justiça, Escrivaes de Policia Civil, Investigaroes, Papiloscopistas e outras.
O governador CasaGrande está muito desinformado.

Se os militares do Estado não irem para a frente do palácio e reivindicarem ao governador que cumpra a palavra dada e assine a dita Lei do Q.O, pelo jeito o cidadão em questão vai ficar até o o enésimo ano enrolando os praças da boa terra.
enquanto tiverem trabalhando normal como se nada tivesse acontecendo o Governo morre de rir, o negócio é pagar para publicar na mídia televisiva e escrita que o governador apalavra-se e foge a palavra dada, e aí o homem vai pular rápido.

aqui em santa catrina é exigido curso superior também para soldados, mesmo assim o nosso salario não melhorou, hoje como 2º sargento com dezoito anos de serviço eu ganho em torno de 800,00 R$ a menos do que ganhava quando eu era soldado com quatro anos de serviço.
Aqui a desmotivação para quem está dentro e para quem está fora não é mais vantajoso em termos financeiros entrar na pm, pois em alguns lugares a guarda arma da paga bem mais.

Está na hora de pagar uma publicidade em A TRIBUNA, Governo não cumpre promessa com a Polícia Militar e privilegia a Polícia Civil com nomeações e promoções.

Vamos parar, queremos greve, aquartelamento o que seja o nome.

A PC É QUEM TRABALHA NESSA M.. ENQUANTO FOCAR ESSE MONTE DE BABAO NA PM É DAI PARA PIOR DEIXA OS OF, TRABALHAREM SO ELES TEM PROMOÇOES E PRAÇA SÓ SE F...

§ 3º - São privativos de brasileiro nato os cargos:

I - de Presidente e Vice-Presidente da República;

II - de Presidente da Câmara dos Deputados;

III - de Presidente do Senado Federal;

IV - de Ministro do Supremo Tribunal Federal;

V - da carreira diplomática;

VI - de oficial das Forças Armadas.

concordo com vc,agora tudo será desculpa do fundap,só quero uma explicação os 50 milhões que o prefeito de kenedy desviou fez falta,tem muito roubo neste estado,o certo seria fazer um fundo do roubo,dava pra pagar 20 mil a um soldado.

Acho que nós, os militares deveremos fazer algo a respeito, afinal já demos o prazo suficiente para o Governador pelo menos nos fornecer alguma informação através do interlocutor, não poderemos ficar esperando toda vida, e deixar tudo para as Associações, nós não somos covardes, ou somos? nós enfrentamos tiros nas ruas, e outras coisas do genero. e agora vamos ficar como cordeirinhos até quando? temos que nos mobilizar e nos posicionar a respeito, ficar esperando só pelas associações e acusando dirigentes de imcopetência não é o posicionamento correto, pois eles também são limitados, portanto temos que fazer algo a respeito.

cadê as promoções.

Que tal nos mobilizarmos em cada batalhão e irmos até a ao palácio Anchieta, para perguntar ao Governador diretamente?, ou fazer-mos uma cota e pagar-mos uma matéria no jornal pedindo ao governador que nos responda via imprensa o seu posicionamento?, deixando claro a ele que o questionamente se deve a não termos resposta oficial desde o dia 10 de Abril. (a não ser um apalavramento que pelos dizeres já se esvaiu pela própria data.)

Fiquei por várias vezes durante os dois últimos meses em estado de espera e ansiedade. Não pelo que ouvi dizer pelos “representantes” “das classes” dos policiais militares, mas porque percebi no comportamento de vários policiais militares um momento de esperança e confiança naquilo que se divulgaram a respeito de promoções de soldados a cabos e cabos a sargentos. A expectativa de alguns me chegaram a alimentar certa confiança no que ouvi em alguns momentos, apenas pelo olhar que cada um expirava. É muito triste saber que há pessoas que ainda depositam algum tipo de confiança em “representante de classes”. Essas são pessoas puras e sem maldade no coração, como quem ainda está na escola militar, se alimentando da “dispensa do fim de semana”, sem saber que haverá prontidão, simplesmente porque alguém quis, sem motivo algum.
Depois de perceberem que na verdade não é bem aquilo que muitos pensavam, passaram a postar charges cômicos sobre a situação dos cabos e soldados. “Nós somos a única classe que acha graça da própria miséria”. Talvez esse seja o maior motivo de dependermos tanto da mendicância política. Uma instituição que está cheia de pessoas que olham para o seu próprio umbigo e jamais pensam e fazer qualquer coisa que contribua para a totalidade.
O que dizer de um grupo de profissionais que ignoram a necessidade do companheiro em função de ajudar ao “Estado” a manter seus “padrões”; de negar um auxilio migalhoso a alguém que feriu-se ou foi acometido de moléstia, com a desculpe de que a sua interpretação das “portarias” o fez entender ser melhor agir assim; da negação e perseguição ao ato de estudar (me parece ser o único lugar no mundo onde não se ganha pelo faz mas pelos que se é; onde é melhor ter pessoas adestradas à pessoas capazes de pensar).
Ao contrário do que dizem os “guerreiros” de boina preta “não nos pergunte do que somos capazes, dá-nos a missão”; não estamos sendo capazes de cumprirmos a missão básica de nossas vidas... preservarmos a nossa própria vida e a de quem nós amamos, nossos filhos e esposas. Nossa primeira e grande missão dar-lhes educação para que eles não se adicionam ao mundo do crime, coisa que já vem acontecendo na familiar de alguns pobres companheiros.
Uma classe completamente dividida, incapaz de enxergar quem está abaixo e inútil quando se está acima. Infelizmente manifestos em textos, blogados ou à disposição nos faces não são capazes de alterar corações tão cerrados e vidas tão secas diante da condição do outro.
Caminho para os meus 19 anos de polícia, gostaria muito de ter visto alguma mudança na polícia militar, mas isso não passou de sonho até hoje. A mudança que ela precisa não sairá da caneta do Governador do Estado, mas da iniciativa conjunta de “todos” os seus integrantes, sem o luxo do olhar vertical, mas com olhar e comportamento horizontal, capaz de alcançar a todos.
Muitos esquecem de que o policial militar também é um pai de família, um religioso, um participante de movimento comunitário, um estudante, um professor e etc. Estou entre eles e o que for possível a mim de produzir a efeito externo para abrir oportunidades a essa classe não medirei esforços.
Lamento por aqueles que comprometeram parte de seu orçamento confiando nos boatos das associações de classes, que desdenham seus associados e não são capazes de esclarecerem os fatos como realmente o são... Não me restam dúvidas de que o silêncio dos poderosos da instituição é índice de que os menos favorecidos continuaram na miséria de sempre...
Uma fala para um despertar...
Identidade: Bonito

RDPM

Os frutos virão. Tenha certeza. E fácil pagar dois mil reais a um soldado com segundo grau, mas seria impossível de ele tivesse curso superior. Claro que demorará um pouco, mas acontecerá . Um oficial de Justiça com 2° grau tinha piso de dois salários minimos. Apos nivel superior passou para quinze saários minimos Escrvão de Policia com segundo grau percebia dois salários minimos, apos o curso superior passou para oito salários minimos. Os valores citados são media nacional

Boa Noite!!!

Hoje ao abrir os sites da ACS e ASSES, deparei-me com uma postagem dando conta de que as associações citadas enviaram ofício ao Governador e á SEGER, solicitando uma audiência para tomarem conhecimento do QO.
Até onde sabíamos, a ACS e a ASSES estam juntas na eleboração deste novo projeto para corrigir as injustiças do plano de carreira; agora vêm esta postagem de que pleteiam uma audiência para tomarem conhecimento do projeto!

Queremos saber quem estava eleborando o projeto?

Pois como sabemos, a intenção maior deste é fazer a devida justiça com os praças com mais de 15 anos que ainda não foram promovidos?

Não queremos acreditar que confiávamos que estas associações estavam participando da elaboração do novo QO, e agora nesta autura do projeto querem nos dizer em outras palavras que estavam tão por dentro como "caroço de cajú".

Se isso for verdade, faltou comunicação por parte das diretorias, e consequentemente respeito para com seus associados representadados.

Mais independente da resposta, depois de tantas reuniões, queremos perguntar a que pé andam as negociações sobre o novo QO?

ESPERAMOS JUNTOS RESPOSTAS.

Sd PM Mauro Roque.
mauro.roque@hotmail.com

Boa Noite! Foi publicado agora a noite (25/04/2012) no site da ASSES e ACSPMBMES uma informação dizendo que as 02(duas)associações enviaram para o Governo do Estado um Ofício solicitando audiência para expor o QO! Que no referido ofício também é informado que a divergência é basicamente em relação as vagas do HPM e Banda! Vejo nisso tudo um impasse que não se resolve e e o sonho do QO está cada vez ficando mais longe! Sabemos que o Governo sabe que contratando Técnicos da área de Saúde e Médicos sem serem Militares é mais econômico e vantajoso para o Governo. Também somos sabedores que os Quadro da Banda de Música sempre foram contemplados em muitos anos em detrimento ao quadro Combatente com muitas promoções. As promoções na Banda ocorriam de uma forma mais rápida em relação aos demais Quadros da PMES. Agora pergunto até quando este impasse vai perdurar? Existe um ditado popular que diz: "QUEM MUITO QUER NADA TEM!". Desta forma corremos um risco muito grande de perder as vagas e de não sair "QO" nenhum! Ou seja, vamos ficar chupando dedo. Outro questionamento é ser realmente à insistência em contemplar vagas para esses dois (02) quadros é realmente coletivo. Pois fiquei sabendo que um dos representantes teria interesse pessoal, tendo em vista que têm familiar ou familiares num desses quadros. Como disse foi me passado esta informação, ou seja, pode ser verídico ou não! Nisso tudo a Polícia Civil esta assistindo a tudo de Camarote pois o Quadro Organizacional deles foi aprovado e sancionado pelo Executivo, além das nomeações e promoções!

Promoção pelo jeito só da Polícia Civil (Site da Assembléia Legislativa)! Eles já tiveram o QO aumentado e foram também nomeados vários Policiais Civis entre Delegados, Médicos Legistas, Peritos,Investigadores etc... Agora para nossa classe só descaso e falsas promessas. Agora cade os Presidentes da ACSPMBMES,ASSES E ASSOMES! A pergunta é que se existe mesmo vontade de criar um Novo Quadro Organizacional qual dessas associações realmente esta participando efetivamente do QO! E que ajustes são esses que se passaram mais de 02 semanas e nem uma satisfação para seus associados e militares em geral. E tem mais se para sair esse QO tá esta novela Mexicana imagina para ter um reajuste! A verdade é que o Governo usa a filosofia do cavalo conosco (caga e anda!). Pois enquanto existir Cavalo São Jorge não anda a pé!

agora que as eleições se passaram, não tem presidente candidato articulando assembléia, tá tomando barrigada dos oficiais, e do governo e não tá men aiiiii, agora vote em quem te mandarem sempre, a experiencia tá aiii. só daqui a tres anos, vamos amargar mais tres anos.

Vejamos as causas do governo não querer contemplar o pessoal do HPM com promoções:
Tec. Enf. 1.500 (civil)
Tec. Enf. 3.200 - 3º SGT Soldo e +/- 3.600 Subisidio
Tec. Enf. 3.600 - 2º SGT Soldo e +/- 4.000 Subisidio
Tec. Enf. 4.200 - 1º SGT Soldo e +/- 4.800 Subsídio
Tec. Enf. 5.000 - Sub Ten Soldo e +/- 6.000 Subísidio
Depois 2º Ten, 1º Ten e Cap, Tec. Enfermagem.

Responda se vc fosse o gestor ou dono de hospital, vc iria pagar (bancar) esta diferença, claro que não. o dinheiro é do povo tem que ser bem aplicado. Hoje (01)um 3º SGT Téc. Enf. pagaria no minimo (02) dois Té. Enf. civil, com a mesma competência e atribuições. Isso vale também para os oficiais da área de saúde. Antes de se pagar o salário do téc., Enfermeiro, Médicos, contrata a reboque a graduação/Posto e o funcionamento é identico aos dos hospitais públicos, pois eles também tem dois vinculos e seus consultórios particulares. Então o fato de serem o pessoal da saúde militares eles não cumprem sua carga horária de oito horas semanais, se cumprissem vc seria atendido das 09: às 18:00horas de seg. à sexta - feira. E nós sabemos que isso não ocorre.

Chega de sermos manipulados pelos oficiais, ou será que os senhores acreditam que eles estiveram algum momento do nosso lado, nunca, estavam apenas nos utilizando para ganhar volume, parar nunca esteve nos planos deles, depois que conseguiram o que queriam nos abandonaram, o cmt geral (assessores) alterou o projeto e querem nos empurrar goela abaixo, cade os nossos representantes de classe, porque não organizam novas assembléias para expor e discutir o andamento do QO, não o fazem por que ficam a merce dos oficiais, consequência poderão vir e é bem certo que virão, mas faz parte função de representar as classes CB/SD e ST/SGT, saiam do marasmo, da zona de conforto e tomem uma atitude, e que zona de conforto heim.

Amados colegas! Nesse dia 30/04/2012 recebi notícias verdadeiras do alto comando. Estou repassando, isto não é "bizu", não é politicagem, não é mentira, a mais pura verdade. Combatentes, acreditem com pureza em vossos coraçõe!
.
1) Existia um clamor por melhorias em nosso Estado e greves nacionais, nesse interim, o governo se mobiliza para dialogar, ganahar tempo e oferecer "menos"
.
1) Assim, o Governandor, tomando conhecimento da situação do tempo efetivo de Soldado por mais de 15 anos, de que nosso estatuto prevê o direito a contemplação com "promoção" e por bom senso, diante de um quadro enxuto e de pouco impacto salarial, é flexivel com os anseios dos soldados.
.
3) Porém, os Oficiais, na verdade os Oficiais de Tucum, os formados no CFA do ES em reunião fechada e alguns Oficiais superios que em nada seram beneficiados, foram totalmente contra as promoções dos soldados no quantitativo que foi estabelecido.
.
4) isto significa o que? Que esses oficiais de tucum articularam diversas artimanhas para emperrar o quadro, enquanto eles são promovidos a progresivamente, leia-se um ultimo boletim do comando.
.
5) O Q.O será aprovado? O Governador disse com verdade: Resolvam porque o impacto dos soldados é inexpressivo, porem os oficiais de tucum, se sentiram incomodados e correram atrás de forma oculta para sugar e travar qualquer beneficio a nossa categoria.
.
6) As nossas associações já sabiam disso? Sim, há muito tempo, antes das reuniões. Eles, os presidentes sabiam que as mentes iluministadas desejam o que está aí sendo posto em prático, é porque foram tão autosuficientes e obstinados? Simples, porque eles não acreditam e nem sequer pensam que a categoria de Soldados acreditára nos que eles fizeram ocultamente e mesmo que eles venham a saber que nós acreditemos, de igual forma, pensam que qualquer boa escala para os puxa-sacos ou perseguição a um revoltado resolverá todas as coisas, pois nós soldados, segundos eles somos uma turma de frouxos e alienados, manipulados e como formos nessa novela!
.
7) Guerreiros Combantentes! Força, honra e dignidade nesse momento de guerra aos hipócritas e ao sistema de injustiças a humanidade e a democracia nesse país. Sejam homem e não meninos! Se portem com rosto fechado nos quarteis e se mostrem conhecedores desses fatos. Não se vendam a promessas vazias e não estejam nessa manipulação como crianças.
.
8) Não se desliguem da Associação de CB e SD, antes, se associem, já foi explicado aqui o preço heorico que os nossos praças do passado pagaram por nossa Liberdade! Iremos votar contra toda injustiça no dia da eleição da ACS. Mudremos o estatuto para retirar o presidente a qualquer tempo, que estiver sendo conivente, omisso e vendedo a nossa categoria aos abutres e sanguinários. Digo a vos novamente: Sejamos homens!
.
9) A principio só feijão com arroz e cada um proteja a sua vida, mas se é para fazer greve, não façam, a melhor alternativa é a toelerancia zero pegando os que se dizem poderosos e protegidos pelos oficiais, ai, se forem liberados, já sabem, é omissão, prevaricação, corrupação, etc... [O povo precisa sofrer para saber o quanto nós somos bons com ele!] Nós somos bons e humanos, quando perceberem o que é maldade e rigor da lei, iram recuar e nos respeitar como profissionais. Quando for dado o grito sairemos do feijão com arroz para a tolerancia zero, mostrando toda a nossa honra, sabedoria, prestigio e profissionalismo com a justiça para todos.
.
Com garra e fé, sejamos combatentes e homens valorosos. As armas da legalidade da justiça! Bellum pacis est causa...

Como sempre, anos após anos elegemos uns incapacitados como presidente de associaçoes, que fizem seus proprios interesses.Cara como somos insensatos,vamos nos mobilizar e eleger 3 deputados ao nosso favor juntos com nossos familiares e amigos somos milhares.É so unir os votos e não dividir. vamos iniciar essa corrente com 3 ou 4 nomes para deputado temos que ser maioria na assembleia.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: O GOVERNADOR ACABOU ENTRAR NO BANHEIRO, ACHO QUE AGORA ELE VAI PEGAR O PAPEL DO Q.O, NO MAIS É AGUARDAR A PRÓXIMA QUARTA-FEIRA, POIS NESTE FINAL DE SEMANA ELE PARTICIPARÁ DE UMA BACALHOADA E AÍ...
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Cara deixa de ser ingenuo, deputado nenhum representa categoria nenhuma, quando candidato ele até promete muitas coisas, mas já sabendo que não irá cumprir, por que? simples, depois de eleito ele passa a cumprir o que manda o seu partido, geralmente nunca torna-se oposição, depois tem as coligações e também tem que votarde acordo com o que é combinado conforme interesses partidarios, etc... Diante disso voce não tem representação de ninguem, o certo é virar a cara mesmo literalmente para os que se dizem nossos representante e não votar mais em ninguém da classe. NÃO VOTE MAIS EM NINGUÉM DA CLASSE, PRINCIPALMENTE SE FOR OFICIAL PMES.

ATENÇÃO: COMENTÁRIOS ANÔNIMOS PODERÃO NÃO SER PUBLICADOS.

DESTAQUE:

DESTAQUE:
ABSURDO: SOLDADO BOMBEIRO É EXPULSO POR PUBLICAR NO FACEBOOK
back to top